Ilhas Maurício

República de Maurício ou Mauritius é um país insular localizado à 800 km de Madagascar no Oceano Índico. O país é formado por 4 ilhas: Ilhas Maurício, Rodrigues, Cargados Carajos e Agalega. Aqui neste post irei contar sobre a Ilha Maurício, e sugiro que para quem decidir conhecer, inclui-lá depois de sua parada na África, pois é um lugar para descansar e aproveitar a natureza. Estive em Mauritius na época de Janeiro, ou seja o Verão, que faz em torno de 28°C-33°C.

O desenvolvimento da ilha é contado através de diferentes impérios que a ocuparam ao longo da história. Em 1505 a ilha foi descoberta pelos Portugueses, 1638 tomada pelos Holandeses e durante o século XVII foi conquistada pelos franceses. Em 1814 houve uma disputa entre ingleses e franceses para o controle da ilha. Com a vitória britânica, Mauritius ficou sobre domínio inglês até 1968, quando declarou independência e em 1992 quando se transformou em uma república.

Por conta de diferentes colonizações, a ilha possuí uma grande diversidade étnica-cultural, assim como diversos idiomas. A língua oficial é Inglês, seguida pelo Françes e depois Crioulo (língua dos nativos). Ainda assim, dependendo de sua origem e religião é ensinado Hindú, Mandarim ou Árabe.

Nas Ilhas Maurício, a grande maioria dos hoteis são resort's com tudo incluso, desta forma, nos hospedamos no Constance Belle Mare Plage Hotel, na cidade Flacq. Por ser um hotel pé na areia, ele ofereçe várias atividades marinhas na praia em frente, como: Snorkeling, Parasail, Waterski etc. A água do mar das Ilhas Maurício, é quente, rasa e extremamente cristalina, assim existem vários pontos de Snorkel em todos lugares e na maioria dos passeios que optar por fazer.

Com a empresa de aluguel de barcos Océane, dá para alugar um Catamarã (com agendamento prévio) e realizar um passeio pela ilha vista do mar: onde irá conhecer uma cachoeira, almoçar no barco, mergulhar com Snorkel etc. Reservamos o passeio para navegar pelo lado Leste da ilha no qual achei mais divertido e com paisagens mais exuberantes. Para quem optar o passeio pelo lado Leste da ilha, área de embarque e desembarque do barco é na região de Trou d'eau Douce, há 20 minutos de carro da cidade de Flacq.

Há 30 minutos de Belle Mare Plage, ainda na cidade de Flacq, está localizada a maior reserva natural das Ilhas Maurício, chamada de Domaine De L'Etoile. Lá da para fazer várias atividades ao ar livre como: Tirolesa, passeio a cavalo, quadriciclo, buggy etc. Escolhemos fazer o passeio de quadriciclo que demora por volta de 2 horas, mas com algumas paradas para observar a vista. É bastante divertido e sugiro para quem gosta de aventura. 

Sugiro tirar um dia de sua viagem para conhecer o Sul da Ilha, principalmente a vila de Chamarel no Rivière Noire District e o Grand Bassin no distrirto de Savanne. Chamarel é uma vila bem pequena que a principal coisa que tem para fazer lá é observar a Chamarel Waterfall e as 7 terras coloridas (Seven Coloured Earths). O fenômeno dessa terra, é um patrimônio e algo único das Ilhas Maurício que é protegido mundialmente pela UNESCO. Estes 2 pontos turísitcos ficam dentro de um parque, em que o único meio de se locomover lá dentro é de carrro (é muito grande), mas que vale a visita.

Por conta das diferentes religiões presente nas Ilhas Maurício, a cada vila ou cidade que passa de carro, encontra-se um ou mais templos diferentes (hindú, árabe, cristão, budista etc). Desta forma, nós fomos visitar o maior e o mais sagrado templo hindú da Ilha, chamado de Grand Bassin. Ele fica no alto de uma montanha no distrito de Savanne e, desta forma, o  único meio de chegar até lá é de carro, por conta de uma serra enorme. Quando chega no Grand Bassin, pareçe que viajou para Índia, pois o lugar é extremamente silencioso, calmo e possuí diversas estátuas de deuses hindús.

A capital da ilha, Port Louis, também é muito interessante para visitar. A cidade é a mais populosa da ilha e possuí muita diversidade cultural, museus, o bairro chinês etc. Como estive nas Ilhas Maurício no verão, Port Louis estava extremamente quente (32°C), por conta das pessoas, prédios etc. Visitamos o Le Caudan Waterfront, um shopping aberto em frente ao mar com lojas principalmente voltadas à produtos de artesnato e obejtos típicos da ilha. Visitamos também o Central Market que é o mercado de frutas e um Souk de produtos locais, que fica há 2 minutos a pé do Caudan. Por último estivemos no Fort Adelaide, um antigo forte naval em que hoje é um mirante da capital.

Na parte Sudoeste da ilha, com a empresa Solis, dá para alugar 2 barcos rápidos e observar as paisagens deslumbrantes e o mar azul do outro lado da ilha. A empresa Oceáne, também faz este lado da ilha com o Catamarã. Neste passeio, nós partimos da praia Flic en Flac e fomos observar golfinhos, fazer snorkel e ver a Crystal Rock. A Crystal Rock é um coral enorme que está agindo como uma árvore e crescendo da água para fora. 

Gostaram? Dúvidas? Deixem seus comentários aqui.                                                     Acompanhem mais fotos no instagram do Tripglobe!!!