Roteiro de 5 dias pela Chapada Diamantina

Não existe uma quantidade de dias certo para explorar a Chapada Diamantina. Com a quantidade de parques municipais e atrações naturais que tem para ver, 5 dias é até pouco para tão extraordinário que é essa região. Nesse post falarei sobre uma viagem de 5 dias completos pela Chapada Diamantina tendo como base a cidade de Lençóis. Eu estive lá na época do Inverno (Junho-Setembro) em que o clima é seco e quente. Durante o dia a temperatura varia entre 25°C-32°C e a noite 16°C-19°C. Em todos os dias de passeio contratei um guia local que geralmente já é incluí transporte e as taxas para as atrações.

  • Serrano, Salão de Areias Coloridas, Poço Halley, Cachoeira da Primavera, Poço do Paraíso, Mirante de Lençóis e Ribeirão do Meio

 O Parque Nacional da Muritiba é a reserva mais perto da cidade de Lençóis e fica apenas 10 minutos de caminhada do centro da cidadezinha. Dentro desse parque fica o Serrano, o Salão de Areias Coloridas a Cachoeira da Primavera, Poço Halley, Mirante de Lençóis e o Poço do Paraíso. A trilha que rodeia essa área é de fácil acesso e dependendo do ritmo, o passeio pode durar de 3-4 horas.                        Já a trilha do Ribeirão do Meio é um caminho de 4km para chegar em uma pedra que por conta de sua erosão é utilizada como tobogã natural.

  • Poço do Diabo, Gruta da Fumaça, Gruta da Pratinha, Gruta Azul e Morro do Pai Inácio

O balneário Mucugezinho é um parque municipal que fica há 20 minutos de carro de Lençóis. Por essa área da para fazer uma trilha de mais ou menos 3km para chegar ao Poço do Diabo, uma cachoeira profunda banhada pelo Rio Mucugezinho.                        Fora do parque municipal, andando mais 1 hora de carro tem a Gruta da Fumaça, uma caverna criada pela erosão do solo há milhões de anos atrás. Hoje em dia é possível fazer um passeio guiado por dentro dessa gruta escura e observar as milhares de estalactites e estalagmites ali presentes.                                                                                                         O parque Municipal da Pratinha e da Gruta Azul é um parque privado que tem várias atividades de lazer para o público; entre elas está a flutuação e observar a Gruta Azul. A flutuação é um passeio com snorkel dentro de uma caverna escura (o passeio guiado é feito com lanternas). A Gruta Azul é uma caverna em que é proibido o mergulho por conta da fragilidade do solo. Dependendo da época do ano e das condições climáticas, é possível observar um raio de sol incidindo na água cristalina o que faz com que ela se torne azul.                                                                                                                                    O Morro do Pai Inácio é o cartão postal da Chapada Diamantina e um do lugares mais bonitos da região. Ele fica há 1.800 metros de altitude, onde metade do trajeto é feita de carro e outra a pé.

  • Cachoeira da Fumaça

A trilha da Cachoeira da Fumaça é uma caminhada intensa de 6km até a Cachoeira da Fumaça. A trilha começa no Vale do Capão, há aproximadamente 2 horas de carro de Lençóis. O tempo médio de caminhada somente na ida é de 2 horas. O percurso conta com 2.000 metros de subida e 4.000 metros no plano. A queda da Cachoeira da Fumaça tem 380 metros de altitude e não é permitido se banhar. A trilha leva até um mirante que fica longe da queda assim apenas para observação e fotografia. Normalmente a trilha da  da Fumaça ocupa um dia inteiro e não tem nada para comer e beber lá em cima. Desta forma, é imprescindível levar comida e água suficiente para ida e para a volta. 

  • Marimbus e Rio Roncador

Dentro do Parque Nacional da Chapada Diamantina, há uma hora de Lençóis, fica a comunidade quilombola Remanso. Ao lado dessa região tem o famoso Marimbus, uma área alagada repleta de plantas aquáticas e uma mistura de vegetações (conhecida como Pantanal da Chapada Diamantina). O passeio que da para ser feito nesse local é uma volta de canoa, que dura aproximadamente uma hora, pelos canais do Rio Santo Antônio. Geralmente quem faz o passeio de barco acaba almoçando na casa/restaurante de um morador local da região. Partindo do ponto de almoço, tem uma caminhada de 30 minutos até as piscinas naturais do Rio Roncador. Essas piscinas são buracos nas pedras com formatos irregulares que tem por volta de 6 metros de profundidade cada. Dependendo da época do ano, o rio está mais volumoso e consequentemente mais piscinas estão formadas.

  • Cachoeira do Mosquito e Poço Azul

A Cachoeira do Mosquito é uma queda de água maravilhosa que fica dentro da Fazenda Santo Antônio. Para chegar lá, é necessário caminhar por volta de 20 minutos mas que vale a pena cada segundo para tomar banho embaixo dessa cachoeira.                              O poço Azul é uma gruta antiga que ainda não foi totalmente explorada. Dependendo da época do ano e das condições climáticas é possível observar um raio de luz azul incidindo no fundo da caverna. Mesmo sendo um local frágil em relação a preservação, é permitido fazer um passeio de flutuação que tem duração de 15 minutos com extrema supervisão. Para quem for fazer esse passeio, é obrigatório tomar uma ducha antes.

Gostaram? Dúvidas? Deixem seus comentários aqui.                                                      Acompanhem mais fotos no instagram do Tripglobe!!!