Whistler e Vancouver

Whistler é uma cidade canadense localizada no Norte de Vancouver, no estado de British Columbia. As regiões mais Sul do Canadá, tem suas estações bem definidas, desta forma, Whistler no Inverno vive por conta do Ski e de esportes radicais, enquanto Verão de trilhas de bicicleta. Em 2010, foi uma das cidades que fez parte dos Jogos Olímpicos de Inverno. Estivemos em Whistler na época do frio, e posso dizer que foi um dos melhores lugares em que já esquiei e um dos mais frios também (alta altitude).

Para chegar até Whistler, tem que alugar um carro em Vancouver, e pegar por volta de 2 horas de estrada para chega na cidade. No caminho de ida, paramos em uma antiga mina de ouro para visitar e conheçer como era a economia do local e como era o trabalho por lá antigamente. É um passeio interessante, e que não demanda muito tempo, assim recomendo se estiver sobrando. Apesar disso, normalmente os resortes de Ski só liberam seu Check-in quando já está de noite, então tínhamos que fazer hora em algum lugar.

Depois disso chegamos em Whistler:

Whistler é o nome de uma vila que fica entre duas montanhas: Blackomb e Whistler Mountain. O hotel que eu fiquei chama-se The Coast Blackomb All suites, que além de ser excelente, é muito bem localizado (no começo da montanha). Desta forma, para subir no teleférico e chegar ao topo da montanha, necessita descer um pedacinho antes esquiando. Para retornar, também é ótimo, pois já vai estar no meio da montanha. Para chegar até a vila de noite, tem que pegar o ônibus que passa pelo hotel que o deixa lá. 

Algumas dicas importantes para quem nunca foi esquiar: É sempre bom comprar o passe de teleférico no dia em que chegar e alugar todos os equipamentos de Ski ou Snowboard também no primeiro dia. 

Como Whistler é divido em 2 montanhas de ski, existe um meio de passar de uma para outra no topo delas. Utiliza-se a Gondola chamada Pick 2 Peak, que significa: Pico para Pico em Inglês. Ela é muito famosa e é considerada um ponto turístico de lá. Outra coisa muito diferente de Whistler, é que a maioria dos teleféricos tem uma capa para fechar, de tão frio e alto que é la em cima.

Existem 2 restaurantes ao longo da Blackomb Mountain, mas sugiro também descer de vez em quando até a vila para comer lá. Íamos na vila de Whistler toda noite, para jantar e passear.

Fotos abaixo da internet

Depois de passar uns dias em Whistler, recomendo passar 2-3 dias na capital de British Columbia, Vancouver.

Vancouver é uma cidade grande, repleta de shopping subterrâneos e com muitas mais coisas para fazer. No hotel em que ficamos(Four Season), tem um acesso interno para um dos shoppings subetrrâneos, que são todos interligados por dentro.

Um passeio muito turístico e para quem quer conheçer um pouco da paisagem do Canada, é o Canada Place. Canada Place é um estabelecimento enorme em forma de um navio, onde é o Vancouver Convention Centre, Vancouver's World Trade Centre, e o  FlyOver Canada. Recomendo ir no FlyOver Canada, que é um cinema 4D no ar de 5 á 10 minutos, em que ele passa por todas as diferentes paisagens do Canadá. Outro lugar interessante de tirar foto, é o monumento da tocha olímpica de Vancouver, a qual foi sede dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2010. 

Recomendo um dia almoçar no antigo bairro de Gastown, um bairro muito importante para a história do Canadá, e um patrimônio de Vancouver. Quando chega lá, pareçe que voltou no tempo, pois as ruas têm um estilo mais velho e conservador.

Outro lugar muito divertido para a família inteira e com um pouco de adrenalina, é a Capilano Suspension Bridge. O parque nacional é uma das prioridades de todos os turistas que vem a Vancouver e um dos monumentos do Canadá. O passeio é a atravessar uma ponte de 140 metros de comprimento e que fica a 70 metros acima de um rio. Suspension Bridge em inglês, significa ponte suspensa, a qual essa é a maior do mundo. Quando se passa pela ponte, parece que está em um filme o qual você sempre tem a impressão de que a ponte vai cair. Para melhorar a situação, embaixo tem um rio agitado e aos lados ar e árvores com o doce som do silêncio.

Gostaram? Dúvidas? Deixem seus comentários aqui.                                                     Acompanhem mais fotos no instagram do Tripglobe!!!